sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Neemias:

Postado por Régis Bueno
 
Cada um de nós tem uma reação diferente quando nos vemos em meio a frustrações: Alguns se entristecem profundamente e perdem as forças, outros ficam irados e procuram de toda forma afrontar os responsáveis ou culpados pela situação. Há também quem não se importe com o que poderá acontecer e simplesmente “deixam quieto”, fingem que o problema não existe e acreditam que essa é a melhor solução.
A Bíblia deixa claro, através de vários exemplos, o que Deus quer que façamos em meio a situações adversas. Um deles é Neemias.
As palavras de Neemias, filho de Hacalias. E sucedeu no mês de Quisleu, no ano vigésimo, estando eu em Susã, a fortaleza,
Que veio Hanani, um de meus irmãos, ele e alguns de Judá; e perguntei-lhes pelos judeus que escaparam, e que restaram do cativeiro, e acerca de Jerusalém.
E disseram-me: Os restantes, que ficaram do cativeiro, lá na província estão em grande miséria e desprezo; e o muro de Jerusalém fendido e as suas portas queimadas a fogo.
Neemias 1:1-3


  • Neemias ocupava uma posição de destaque no reino persa, sendo o copeiro do Rei Artaxerxes.O copeiro tinha de ser homem de confiança e totalmente leal ao rei, visto que era responsável por garantir que o rei não fosse envenenado através da bebida;
  • Neemias não se conformou com a situação e sentiu imensa tristeza por saber que o seu povo passava por dificuldades;
  • Saiu do palácio do rei, conseguindo o consentimento e a ajuda do rei para reconstruir os muros;
  • Conseguiu reerguer os muros com a ajuda do povo em 52 dias;
  • Tornou-se governador de Jerusalém;
  • Como líder político, conduziu o povo a voltar a adorar a Deus;

 

Como Neemias agia:

E sucedeu que, ouvindo eu estas palavras, assentei-me e chorei, e lamentei por alguns dias; e estive jejuando e orando perante o Deus dos céus.
Neemias 1:4

  • Buscou a oração como primeira alternativa para resolver seus problemas. Esperou em Deus, por 4 meses até o momento propício de falar com o rei.

E o rei me disse: Que me pedes agora? Então orei ao Deus dos céus,
Neemias 2:4

  • Na hora importante da decisão, Neemias ora rapidamente, buscando que Deus dê as palavras corretas. Essa oração, porém, estava embasada em um longo período de busca e oração.

Disse mais ao rei: Se ao rei parece bem, deem-se-me cartas para os governadores dalém do rio, para que me permitam passar até que chegue a Judá.
Como também uma carta para Asafe, guarda da floresta do rei, para que me dê madeira para cobrir as portas do paço da casa, para o muro da cidade e para a casa em que eu houver de entrar. E o rei mas deu, segundo a boa mão de Deus sobre mim.
Neemias 2:7-8

  • Montou uma estratégia de trabalho, sem nunca deixar de esperar em Deus. A estratégia contemplava tudo o que Neemias poderia prever que aconteceria.


E cheguei a Jerusalém, e estive ali três dias.
E de noite me levantei, eu e poucos homens comigo, e não declarei a ninguém o que o meu Deus me pôs no coração para fazer em Jerusalém; e não havia comigo animal algum, senão aquele em que estava montado.
E de noite saí pela porta do vale, e para o lado da fonte do dragão, e para a porta do monturo, e contemplei os muros de Jerusalém, que estavam fendidos, e as suas portas, que tinham sido consumidas pelo fogo.
E passei à porta da fonte, e ao tanque do rei; e não havia lugar por onde pudesse passar o animal em que estava montado.
Ainda, de noite subi pelo ribeiro e contemplei o muro; e, virando entrei pela porta do vale; assim voltei.
E não souberam os magistrados aonde eu fora nem o que eu fazia; porque ainda nem aos judeus, nem aos sacerdotes, nem aos nobres, nem aos magistrados, nem aos mais que faziam a obra, até então tinha declarado coisa alguma.
Neemias 2:11-16

  • Ao chegar em Jerusalém, avaliou com seus próprios olhos a situação, antes de agir.


Então lhes declarei como a mão do meu Deus me fora favorável, como também as palavras do rei, que ele me tinha dito; então disseram: Levantemo-nos, e edifiquemos. E esforçaram as suas mãos para o bem.
Neemias 2:18

  • Motivou o povo a trabalhar através do seu testemunho.

E ligaram-se entre si todos, para virem guerrear contra Jerusalém, e para os desviarem do seu intento.
Porém nós oramos ao nosso Deus e pusemos uma guarda contra eles, de dia e de noite, por causa deles.
Neemias 4:8-9

  • Os imprevistos, Neemias colocava imediatamente diante de Deus através da oração, esperando que Deus o dirigisse nas decisões difíceis.







Acabou-se, pois, o muro aos vinte e cinco do mês de Elul; em cinquenta e dois dias. E sucedeu que, ouvindo-o todos os nossos inimigos, todos os povos que havia em redor de nós temeram, e abateram-se muito a seus próprios olhos; porque reconheceram que o nosso Deus fizera esta obra.
Neemias 6:15-16

  • Neemias Creditou toda a Glória e todos os méritos a Deus.

Neemias obteve grandes conquistas em sua vida, pois creu em Deus e no chamado que Deus deu a ele. Todos nós somos chamados da mesma forma que Neemias, que pertencia ao povo escolhido, mas teve de tomar a decisão de aceitar o trabalho que Deus estava preparando para ele. A partir do momento em que ESCOLHEMOS transformar nossa vida de um simples membro de igreja para um trabalhador da obra de Deus, temos de passar a agir conforme o querer de Deus , e começamos a colher os frutos dessa decisão como Neemias colheu, vendo nossas mãos serem usadas Por Deus para fazer coisas que não conseguiríamos jamais com nossa própria força. Isso faz parte do que Deus tem preparado pra todos nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário