sexta-feira, 21 de outubro de 2011

UM CORAÇÃO VOLUNTÁRIO

Postado por Régis Bueno

 

Disse mais o rei Davi a toda a congregação: Salomão, meu filho, a quem só Deus escolheu, é ainda moço e tenro, e esta obra é grande; porque não é o palácio para homem, mas para o SENHOR Deus.
Eu, pois, com todas as minhas forças já tenho preparado para a casa de meu Deus ouro para as obras de ouro, e prata para as de prata, e cobre para as de cobre, ferro para as de ferro e madeira para as de madeira, pedras de ônix, e as de engaste, e pedras ornamentais, e pedras de diversas cores, e toda a sorte de pedras preciosas, e pedras de mármore em abundância.
E ainda, porque tenho afeto à casa de meu Deus, o ouro e prata particular que tenho eu dou para a casa do meu Deus, afora tudo quanto tenho preparado para a casa do santuário:
Três mil talentos de ouro de Ofir; e sete mil talentos de prata purificada, para cobrir as paredes das casas.
Ouro para os objetos de ouro, e prata para os de prata; e para toda a obra de mão dos artífices. Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR?
Então os chefes dos pais, e os príncipes das tribos de Israel, e os capitães de mil e de cem, até os chefes da obra do rei, voluntariamente contribuíram.
E deram para o serviço da casa de Deus cinco mil talentos de ouro, e dez mil dracmas, e dez mil talentos de prata, e dezoito mil talentos de cobre, e cem mil talentos de ferro.
E os que possuíam pedras preciosas, deram-nas para o tesouro da casa do SENHOR, a cargo de Jeiel o gersonita.
E o povo se alegrou porque contribuíram voluntariamente; porque, com coração perfeito, voluntariamente deram ao SENHOR; e também o rei Davi se alegrou com grande alegria.
1 Crônicas 29:1-9

 

Davi já conhecia os planos de Deus a respeito do Templo, que seria construído por seu filho Salomão, seu sucessor. Ele compreendia que, embora fosse esse seu grande sonho, essa honra não era para ele. Reconhecendo a vontade soberana de Deus, Davi reúne o povo, indica publicamente o seu sucessor e busca apoio do povo para que a obra possa ser realizada com todo o cuidado e qualidade que merecia. Seu objetivo era garantir a construção do Templo, sem se preocupar se haveriam méritos a ele.

Ter um coração voluntário para a obra de Deus, significa contribuir de todas as formas possíveis, se entregar totalmente ao propósito, sem preocupações com ganhos pessoais.

A seguir, veremos 3 características principais do coração voluntário:

  • É movido pelo Amor.

Se temos o amor de Deus, devemos demonstra-lo, isso significa que nossas prioridades serão as prioridades de Deus e sua obra: Buscar os perdidos! O amor tem de levar à ação.

E ainda, porque tenho afeto à casa de meu Deus, o ouro e prata particular que tenho eu dou para a casa do meu Deus, afora tudo quanto tenho preparado para a casa do santuário:
1 Crônicas 29:3

  • É liberal no ofertar e se entrega por inteiro.

Ser liberal significa o oposto de ser pão duro. É dispor de tudo o que se tem e se pode fazer para a causa mais importante. Isso só funciona quando começa pela entrega do coração.

Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.
Mateus 6:21

  • Se alegra em participar.

O povo viu a atitude de Davi e dos demais líderes e ficou contagiado com o mesmo desejo. Quando os líderes e pessoas influentes se doam e contribuem verdadeiramente, todos se comprometem com o mesmo propósito. Assim como foi com a igreja da Macedônia, que embora fosse uma congregação com poucos recursos financeiros, insistiu com Paulo em participar da oferta à igreja da Judéia. Quando há participação com alegria, há abundância, como houve com Moises.

Porque, segundo o seu poder (o que eu mesmo testifico) e ainda acima do seu poder, deram voluntariamente.
Pedindo-nos com muitos rogos que aceitássemos a graça e a comunicação deste serviço, que se fazia para com os santos.
2 Coríntios 8:3-4

Então mandou Moisés que proclamassem por todo o arraial, dizendo: Nenhum homem, nem mulher, faça mais obra alguma para a oferta alçada do santuário. Assim o povo foi proibido de trazer mais,
Porque tinham material bastante para toda a obra que havia de fazer-se, e ainda sobejava.
Êxodo 36:6-7

 

Entendemos que Deus dá a cada um diferentes dons, capacidades e condições de contribuir com a obra de Deus: Alguns com doações em bens materiais, outros utilizando sua mão de obra voluntária para o progresso dos trabalhos, outros utilizando os dons que Deus dá para glorifica-lo. Muitos podem contribuir em mais de um desses pontos, e o fazem com alegria. Sobretudo, devemos aprender a doar o nosso melhor por completo para que a obra de Deus seja abençoada por nossas mãos. Àqueles a quem Deus chamou para ministrar a sua palavra ou o louvor na sua casa devem se portar como Davi e os líderes do povo, que primeiro ofertaram do seu melhor para depois pedir ao povo que o fizesse. De igual modo, aqueles que Deus convocou a abençoarem a obra financeiramente devem entender que podem arregaçar suas mangas e colocar a mão no arado, seja no trabalho espiritual, seja no trabalho braçal da obra de Deus. Você tem feito tudo o que pode em favor da obra de Deus? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário