sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Neemias:

Postado por Régis Bueno
 
Cada um de nós tem uma reação diferente quando nos vemos em meio a frustrações: Alguns se entristecem profundamente e perdem as forças, outros ficam irados e procuram de toda forma afrontar os responsáveis ou culpados pela situação. Há também quem não se importe com o que poderá acontecer e simplesmente “deixam quieto”, fingem que o problema não existe e acreditam que essa é a melhor solução.
A Bíblia deixa claro, através de vários exemplos, o que Deus quer que façamos em meio a situações adversas. Um deles é Neemias.
As palavras de Neemias, filho de Hacalias. E sucedeu no mês de Quisleu, no ano vigésimo, estando eu em Susã, a fortaleza,
Que veio Hanani, um de meus irmãos, ele e alguns de Judá; e perguntei-lhes pelos judeus que escaparam, e que restaram do cativeiro, e acerca de Jerusalém.
E disseram-me: Os restantes, que ficaram do cativeiro, lá na província estão em grande miséria e desprezo; e o muro de Jerusalém fendido e as suas portas queimadas a fogo.
Neemias 1:1-3


  • Neemias ocupava uma posição de destaque no reino persa, sendo o copeiro do Rei Artaxerxes.O copeiro tinha de ser homem de confiança e totalmente leal ao rei, visto que era responsável por garantir que o rei não fosse envenenado através da bebida;
  • Neemias não se conformou com a situação e sentiu imensa tristeza por saber que o seu povo passava por dificuldades;
  • Saiu do palácio do rei, conseguindo o consentimento e a ajuda do rei para reconstruir os muros;
  • Conseguiu reerguer os muros com a ajuda do povo em 52 dias;
  • Tornou-se governador de Jerusalém;
  • Como líder político, conduziu o povo a voltar a adorar a Deus;

 

Como Neemias agia:

E sucedeu que, ouvindo eu estas palavras, assentei-me e chorei, e lamentei por alguns dias; e estive jejuando e orando perante o Deus dos céus.
Neemias 1:4

  • Buscou a oração como primeira alternativa para resolver seus problemas. Esperou em Deus, por 4 meses até o momento propício de falar com o rei.

E o rei me disse: Que me pedes agora? Então orei ao Deus dos céus,
Neemias 2:4

  • Na hora importante da decisão, Neemias ora rapidamente, buscando que Deus dê as palavras corretas. Essa oração, porém, estava embasada em um longo período de busca e oração.

Disse mais ao rei: Se ao rei parece bem, deem-se-me cartas para os governadores dalém do rio, para que me permitam passar até que chegue a Judá.
Como também uma carta para Asafe, guarda da floresta do rei, para que me dê madeira para cobrir as portas do paço da casa, para o muro da cidade e para a casa em que eu houver de entrar. E o rei mas deu, segundo a boa mão de Deus sobre mim.
Neemias 2:7-8

  • Montou uma estratégia de trabalho, sem nunca deixar de esperar em Deus. A estratégia contemplava tudo o que Neemias poderia prever que aconteceria.


E cheguei a Jerusalém, e estive ali três dias.
E de noite me levantei, eu e poucos homens comigo, e não declarei a ninguém o que o meu Deus me pôs no coração para fazer em Jerusalém; e não havia comigo animal algum, senão aquele em que estava montado.
E de noite saí pela porta do vale, e para o lado da fonte do dragão, e para a porta do monturo, e contemplei os muros de Jerusalém, que estavam fendidos, e as suas portas, que tinham sido consumidas pelo fogo.
E passei à porta da fonte, e ao tanque do rei; e não havia lugar por onde pudesse passar o animal em que estava montado.
Ainda, de noite subi pelo ribeiro e contemplei o muro; e, virando entrei pela porta do vale; assim voltei.
E não souberam os magistrados aonde eu fora nem o que eu fazia; porque ainda nem aos judeus, nem aos sacerdotes, nem aos nobres, nem aos magistrados, nem aos mais que faziam a obra, até então tinha declarado coisa alguma.
Neemias 2:11-16

  • Ao chegar em Jerusalém, avaliou com seus próprios olhos a situação, antes de agir.


Então lhes declarei como a mão do meu Deus me fora favorável, como também as palavras do rei, que ele me tinha dito; então disseram: Levantemo-nos, e edifiquemos. E esforçaram as suas mãos para o bem.
Neemias 2:18

  • Motivou o povo a trabalhar através do seu testemunho.

E ligaram-se entre si todos, para virem guerrear contra Jerusalém, e para os desviarem do seu intento.
Porém nós oramos ao nosso Deus e pusemos uma guarda contra eles, de dia e de noite, por causa deles.
Neemias 4:8-9

  • Os imprevistos, Neemias colocava imediatamente diante de Deus através da oração, esperando que Deus o dirigisse nas decisões difíceis.







Acabou-se, pois, o muro aos vinte e cinco do mês de Elul; em cinquenta e dois dias. E sucedeu que, ouvindo-o todos os nossos inimigos, todos os povos que havia em redor de nós temeram, e abateram-se muito a seus próprios olhos; porque reconheceram que o nosso Deus fizera esta obra.
Neemias 6:15-16

  • Neemias Creditou toda a Glória e todos os méritos a Deus.

Neemias obteve grandes conquistas em sua vida, pois creu em Deus e no chamado que Deus deu a ele. Todos nós somos chamados da mesma forma que Neemias, que pertencia ao povo escolhido, mas teve de tomar a decisão de aceitar o trabalho que Deus estava preparando para ele. A partir do momento em que ESCOLHEMOS transformar nossa vida de um simples membro de igreja para um trabalhador da obra de Deus, temos de passar a agir conforme o querer de Deus , e começamos a colher os frutos dessa decisão como Neemias colheu, vendo nossas mãos serem usadas Por Deus para fazer coisas que não conseguiríamos jamais com nossa própria força. Isso faz parte do que Deus tem preparado pra todos nós.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

A Cura do Cego de Jericó

Postado por William Silva

E Jesus, falando, disse-lhe: Que queres que te faça? E o cego lhe disse: Mestre, que eu tenha vista.
Marcos 10:51

Jesus encontra-se agora saindo de Jericó, que fica a cerca de 24km a nordeste de Jerusalém, como nos mostra Marcos 10.46-52. No caminho da saída da cidade encontrava-se um cego chamado Bartimeu, desprezado pela sociedade pelo simples fato de ter uma deficiência visual. Ele se tornara um mendigo, e por isso ficava as portas de Jericó para pedir esmolas para quem entrasse ou saísse da cidade.

Bartimeu era alguém esquecido pelas pessoas, ninguém dava atenção a ele e na cultura daquela época, era considerado um estorvo. O v.46 nos diz que Bartimeu era filho de Timeu, isso me leva a entender que ele tinha família, mas que pelo fato de ser um cego até sua família o abandonou.

Porém algo novo estava para acontecer! Bartimeu ficou sabendo que Jesus ia passar pelo lugar onde ele estava. Sabe querido, desde o momento em que ele ficou sabendo que Jesus ia passar por perto, ele creu que o Mestre poderia curar os seus olhos, creu que o Mestre traria solução pra sua vida!

Quantas vezes Jesus têm passado por você, falado com você, tocado no seu coração e você nem percebe, talvez por estar muito ocupado, preocupado com seu trabalho, com seus estudos, seus compromissos e responsabilidades. Mas saiba que Cristo te ama e hoje Ele te dá uma nova oportunidade! Bartimeu percebeu e creu no poder de Jesus, quero analisar com você três pontos fortes dessa passagem que fazem aprender e crescer:

 

O clamor de Bartimeu

E, ouvindo que era Jesus de Nazaré, começou a clamar, e a dizer: Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim.
E muitos o repreendiam, para que se calasse; mas ele clamava cada vez mais: Filho de Davi! tem misericórdia de mim.
Marcos 10:47-48

Bartimeu creu de tal forma em Jesus, que se pôs a clamar pedindo misericórdia, porque sabia que somente quem poderia mudar sua vida, reverter a sua situação era o Mestre. A multidão que seguia Jesus o repreendia para que ficasse quieto, mas ele precisava de Jesus e clamou ainda mais alto. Não se importou com as repreensões, não se intimidou por ser cego, por ser alguém esquecido e desprezado pelas outras pessoas, ele clamou a Jesus e Jesus o ouviu!

E invoca-me no dia da angústia; eu te livrarei, e tu me glorificarás.
Salmos 50:15

Faça como Bartimeu: clame e creia em Jesus. Não deixe que os seus problemas, ou que o que dizem a seu respeito faça com que você perca a sua esperança, atraia a atenção de Jesus, clame com fé ou até mesmo sem fé, mas clame. Clame nesta hora, não perca mais tempo, diga: “Jesus eu preciso de ti, Tu és meu guia, meu Senhor, meu Salvador”, com certeza o Senhor te ouvirá!

 

Jesus chama Bartimeu

E Jesus, parando, disse que o chamassem; e chamaram o cego, dizendo-lhe: Tem bom ânimo; levanta-te, que ele te chama.
Marcos 10:49

Bartimeu consegue atrair a atenção de Jesus com seu clamor e Jesus o chama para que venha até Ele. Sabe querido, Jesus poderia muito bem ter ido até Bartimeu, mas desejou que o homem viesse até Ele, isso é, que Bartimeu desse um passo para Cristo.

E disse-me: Filho do homem, põe-te em pé, e falarei contigo.
Ezequiel 2:1

Deus quer isso de você, quer que quando Ele te chame, quando Ele fale contigo, após você clamar e clamar para que venha sobre a sua vida, você tome uma atitude e vá até Ele, faça aquilo que Ele te diz. Dê um passo diante de Jesus quando Ele te chamar!

Quando você fizer isso, o Senhor se revelará a você e te atenderá, pois Ele vê o seu esforço e tem planos, sonhos maravilhosos para sua vida.

 

Jesus pergunta: O que queres que eu te faça?

E Jesus, falando, disse-lhe: Que queres que te faça? E o cego lhe disse: Mestre, que eu tenha vista.
Marcos 10:51

Esse homem clamou e deu o passo diante do chamado de Jesus, agora o Mestre o concede a vitória, perguntando o que ele queria. Obviamente Jesus sabia que o homem era cego e que desejava ser curado, mas o fato é que Jesus queria ouvir da sua boca o que ele precisava.

Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças.
Filipenses 4:6

Nesta hora o Senhor te pergunta: O que queres que eu te faça? Deus quer ouvir da sua boca aquilo que você anseia, aquilo que você precisa, aquilo que você sonha em conquistar já há muito tempo.

Não deixe de responder a pergunta de Cristo neste momento, diga pra Ele qual o teu problema, conte o que tem te afligido sua vida, peça a solução, peça a vitória, o Senhor quer ouvir você.

Pois assim como foi com Bartimeu, o Senhor Deus te ouvirá e vai te abençoar trazendo grande vitória!

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

UM CORAÇÃO VOLUNTÁRIO

Postado por Régis Bueno

 

Disse mais o rei Davi a toda a congregação: Salomão, meu filho, a quem só Deus escolheu, é ainda moço e tenro, e esta obra é grande; porque não é o palácio para homem, mas para o SENHOR Deus.
Eu, pois, com todas as minhas forças já tenho preparado para a casa de meu Deus ouro para as obras de ouro, e prata para as de prata, e cobre para as de cobre, ferro para as de ferro e madeira para as de madeira, pedras de ônix, e as de engaste, e pedras ornamentais, e pedras de diversas cores, e toda a sorte de pedras preciosas, e pedras de mármore em abundância.
E ainda, porque tenho afeto à casa de meu Deus, o ouro e prata particular que tenho eu dou para a casa do meu Deus, afora tudo quanto tenho preparado para a casa do santuário:
Três mil talentos de ouro de Ofir; e sete mil talentos de prata purificada, para cobrir as paredes das casas.
Ouro para os objetos de ouro, e prata para os de prata; e para toda a obra de mão dos artífices. Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR?
Então os chefes dos pais, e os príncipes das tribos de Israel, e os capitães de mil e de cem, até os chefes da obra do rei, voluntariamente contribuíram.
E deram para o serviço da casa de Deus cinco mil talentos de ouro, e dez mil dracmas, e dez mil talentos de prata, e dezoito mil talentos de cobre, e cem mil talentos de ferro.
E os que possuíam pedras preciosas, deram-nas para o tesouro da casa do SENHOR, a cargo de Jeiel o gersonita.
E o povo se alegrou porque contribuíram voluntariamente; porque, com coração perfeito, voluntariamente deram ao SENHOR; e também o rei Davi se alegrou com grande alegria.
1 Crônicas 29:1-9

 

Davi já conhecia os planos de Deus a respeito do Templo, que seria construído por seu filho Salomão, seu sucessor. Ele compreendia que, embora fosse esse seu grande sonho, essa honra não era para ele. Reconhecendo a vontade soberana de Deus, Davi reúne o povo, indica publicamente o seu sucessor e busca apoio do povo para que a obra possa ser realizada com todo o cuidado e qualidade que merecia. Seu objetivo era garantir a construção do Templo, sem se preocupar se haveriam méritos a ele.

Ter um coração voluntário para a obra de Deus, significa contribuir de todas as formas possíveis, se entregar totalmente ao propósito, sem preocupações com ganhos pessoais.

A seguir, veremos 3 características principais do coração voluntário:

  • É movido pelo Amor.

Se temos o amor de Deus, devemos demonstra-lo, isso significa que nossas prioridades serão as prioridades de Deus e sua obra: Buscar os perdidos! O amor tem de levar à ação.

E ainda, porque tenho afeto à casa de meu Deus, o ouro e prata particular que tenho eu dou para a casa do meu Deus, afora tudo quanto tenho preparado para a casa do santuário:
1 Crônicas 29:3

  • É liberal no ofertar e se entrega por inteiro.

Ser liberal significa o oposto de ser pão duro. É dispor de tudo o que se tem e se pode fazer para a causa mais importante. Isso só funciona quando começa pela entrega do coração.

Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.
Mateus 6:21

  • Se alegra em participar.

O povo viu a atitude de Davi e dos demais líderes e ficou contagiado com o mesmo desejo. Quando os líderes e pessoas influentes se doam e contribuem verdadeiramente, todos se comprometem com o mesmo propósito. Assim como foi com a igreja da Macedônia, que embora fosse uma congregação com poucos recursos financeiros, insistiu com Paulo em participar da oferta à igreja da Judéia. Quando há participação com alegria, há abundância, como houve com Moises.

Porque, segundo o seu poder (o que eu mesmo testifico) e ainda acima do seu poder, deram voluntariamente.
Pedindo-nos com muitos rogos que aceitássemos a graça e a comunicação deste serviço, que se fazia para com os santos.
2 Coríntios 8:3-4

Então mandou Moisés que proclamassem por todo o arraial, dizendo: Nenhum homem, nem mulher, faça mais obra alguma para a oferta alçada do santuário. Assim o povo foi proibido de trazer mais,
Porque tinham material bastante para toda a obra que havia de fazer-se, e ainda sobejava.
Êxodo 36:6-7

 

Entendemos que Deus dá a cada um diferentes dons, capacidades e condições de contribuir com a obra de Deus: Alguns com doações em bens materiais, outros utilizando sua mão de obra voluntária para o progresso dos trabalhos, outros utilizando os dons que Deus dá para glorifica-lo. Muitos podem contribuir em mais de um desses pontos, e o fazem com alegria. Sobretudo, devemos aprender a doar o nosso melhor por completo para que a obra de Deus seja abençoada por nossas mãos. Àqueles a quem Deus chamou para ministrar a sua palavra ou o louvor na sua casa devem se portar como Davi e os líderes do povo, que primeiro ofertaram do seu melhor para depois pedir ao povo que o fizesse. De igual modo, aqueles que Deus convocou a abençoarem a obra financeiramente devem entender que podem arregaçar suas mangas e colocar a mão no arado, seja no trabalho espiritual, seja no trabalho braçal da obra de Deus. Você tem feito tudo o que pode em favor da obra de Deus? 

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Ezequias: Coragem para fazer a diferença

Postado por Régis Bueno

E sucedeu que, no terceiro ano de Oséias, filho de Elá, rei de Israel, começou a reinar Ezequias, filho de Acaz, rei de Judá.
Tinha vinte e cinco anos de idade quando começou a reinar, e vinte e nove anos reinou em Jerusalém; e era o nome de sua mãe Abi, filha de Zacarias.
E fez o que era reto aos olhos do SENHOR, conforme tudo o que fizera Davi, seu pai.
Ele tirou os altos, quebrou as estátuas, deitou abaixo os bosques, e fez em pedaços a serpente de metal que Moisés fizera; porquanto até àquele dia os filhos de Israel lhe queimavam incenso, e lhe chamaram Neustã.
No SENHOR Deus de Israel confiou, de maneira que depois dele não houve quem lhe fosse semelhante entre todos os reis de Judá, nem entre os que foram antes dele.
Porque se chegou ao SENHOR, não se apartou dele, e guardou os mandamentos que o SENHOR tinha dado a Moisés.
2 Reis 18:1-6

Ezequias foi o mais sincero e abençoado rei de Judá. A Bíblia o compara a Davi, seu antepassado, e que foi “um homem segundo o coração de Deus”. Seus antepassados em geral não serviram a Deus, e não tinham interesse em conduzir o povo no caminho do Senhor. Ele, porém, optou por fazer o que era reto perante o Senhor, mesmo que isso custasse caro a ele:

· Não aceitou a submissão de Judá a um reino cruel e pagão;

· Removeu todos os templos pagãos, ídolos, colunas e o poste ídolo que os judeus vinham adorando;

· Destruiu a serpente de bronze que Moisés levantou, pois o povo tinha passado a adorá-la;

· Restituiu as festas religiosas que Deus havia instituído;

· Reformou os muros que protegiam Jerusalém e realizou obras para proteger-se dos inimigos;

· Confiou em Deus;

· Abriu mão das riquezas materiais do reino para proteger o povo;

· Quando a guerra era certa, buscou auxílio em Deus através das suas orações e do profeta Isaías;

· Colocou o seu problema diante de Deus;

Recebendo, pois, Ezequias as cartas das mãos dos mensageiros e lendo-as, subiu à casa do SENHOR; e Ezequias as estendeu perante o SENHOR.
E orou Ezequias perante o SENHOR e disse: O SENHOR Deus de Israel, que habitas entre os querubins, tu mesmo, só tu és Deus de todos os reinos da terra; tu fizeste os céus e a terra.
Inclina, SENHOR, o teu ouvido, e ouve; abre, SENHOR, os teus olhos, e olha; e ouve as palavras de Senaqueribe, que enviou a este, para afrontar o Deus vivo.
Verdade é, ó SENHOR, que os reis da Assíria assolaram as nações e as suas terras.
E lançaram os seus deuses no fogo; porquanto não eram deuses, mas obra de mãos de homens, madeira e pedra; por isso os destruíram.
Agora, pois, ó SENHOR nosso Deus, te suplico, livra-nos da sua mão; e assim saberão todos os reinos da terra que só tu és o SENHOR Deus.
2 Reis 19:14-19

· Deus tomou para si a afronta e Ele mesmo se encarregou da vitória.

Sucedeu, pois, que naquela mesma noite saiu o anjo do SENHOR, e feriu no arraial dos assírios a cento e oitenta e cinco mil deles; e, levantando-se pela manhã cedo, eis que todos eram cadáveres.
2 Reis 19:35

 

Se hoje não temos inimigos nos cercando com flechas e espadas, por outro lado, temos o mundo com suas afrontas à nossa fé e com suas tentações buscando nos tirar do propósito de Deus. Podemos seguir o exemplo de Ezequias, que fez tudo o que estava ao seu alcance para proteger seu reino, e confiou a Deus o que ele não poderia fazer.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Vencendo o Gigante

 

Postado por William Silva

 

Hoje mesmo o SENHOR te entregará na minha mão, e ferir-te-ei, e tirar-te-ei a cabeça, e os corpos do arraial dos filisteus darei hoje mesmo às aves do céu e às feras da terra; e toda a terra saberá que há Deus em Israel; E saberá toda esta congregação que o SENHOR salva, não com espada, nem com lança; porque do SENHOR é a guerra, e ele vos entregará na nossa mão.
1 Samuel 17:46-47

Encontra-se agora, o povo de Israel em um cenário de batalha com os filisteus, de um lado o exército de Israel e de outro o exército filisteu. Os filisteus tinham um grande e poderoso aliado chamado “gigante Golias”, que por vários e vários dias estava desafiando os soldados de Israel para lutar.

Pelo fato de Golias ser um forte guerreiro e de uma estatura assustadora, de aproximadamente 3 metros, o exército de Israel estava com muito medo. Porém existia um rapaz chamado Davi, o pastor de ovelhas, subestimado por seus irmãos, que não olhou pra quem estava contra ele, mas para quem estava com ele. Davi sabia que os filisteus não estavam afrontando apenas o povo de Israel, mas também o Deus de Israel.

Quero analisar, ou melhor, ressaltar, 3 atitudes de Davi que foram indispensáveis para vencer Golias:

1. Davi viu o problema e lutou contra, ele não fugiu:

E Davi disse a Saul: Não desfaleça o coração de ninguém por causa dele; teu servo irá, e pelejará contra este filisteu.
1 Samuel 17:32

Davi não fugiu do desafio, ele avistou o problema, viu que o seu povo estava sendo afrontado e que alguém precisava fazer alguma coisa.

Quantas vezes eu e você nos assustamos com adversidades e problemas da vida que parecem ser tão grandes a ponto de nos “fazer correr”, pensamos que aquilo não é para nós que esse novo desafio que apareceu é problema de outro irmão. Não fuja das adversidades, lute contra elas, não desista, resista, prossiga na benção de Deus.

Mas o justo viverá da fé; E, se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele.

Hebreus 10:38

2. Davi não se intimidou com a afronta de Golias:

E, olhando o filisteu, e vendo a Davi, o desprezou, porquanto era moço, ruivo, e de gentil aspecto. Disse, pois, o filisteu a Davi: Sou eu algum cão, para tu vires a mim com paus? E o filisteu pelos seus deuses amaldiçoou a Davi.
1 Samuel 17:42-43

Vemos aqui que Golias caçoava de Davi vendo as suas “armas” e o seu tamanho. O gigante ria de Davi desprezando sua coragem e caráter, mas Davi não se intimidou com o tamanho de Golias, com as suas armas, ou tão pouco com suas afrontas intimidadoras e desprezíveis.

Quando você estiver vivendo momentos de dificuldades não deixe que o que dizem a respeito de você ou da sua vida te intimide, não dê ouvidos para o teu problema que muitas vezes zomba da tua fé, o Senhor está contigo, só Ele te toma pela tua mão direita e te diz: não temas, eu te ajudo, eu vou fazer você vencer, não dê ouvidos aquilo que vem contra ti.

Porque eu, o SENHOR teu Deus, te tomo pela tua mão direita; e te digo: Não temas, eu te ajudo.

Isaías 41:13

3. Diante da batalha Davi profetizou sua vitória:

Hoje mesmo o SENHOR te entregará na minha mão, e ferir-te-ei, e tirar-te-ei a cabeça, e os corpos do arraial dos filisteus darei hoje mesmo às aves do céu e às feras da terra; e toda a terra saberá que há Deus em Israel;
1 Samuel 17:46

Davi acredita em Deus e na sua justiça, sabia que o gigante não apenas o desafia, mas desafia também o povo de Deus, com fé ele profetizou sobre a batalha que vencia para que Deus fosse glorificado.

Glorifique e exalte a Deus nas lutas, não fique murmurando dizendo que é difícil e que não vai dar certo, profira palavras proféticas sobre a sua vida, sobre a sua família, sobre seu namoro, seu casamento, seu emprego, seus estudos. Profetize e tenha fé que o Senhor o fará!

E temos, portanto, o mesmo espírito de fé, como está escrito: Cri, por isso falei;

2 Coríntios 4:13

Nessa passagem eu aprendo muito com Davi, aqui eu levantei apenas 3 pontos, mas haveria ainda muitos mais. Porém, o que mais me chama a atenção é o que eu aprendo vindo da parte de Deus: Deus nos mostra nesse texto que Ele usa quem Ele quer, a hora que quiser e onde quiser. Não importa se você é pequeno, feio ou bonito, magro ou gordo, negro ou branco. Não importa se te desprezam, se ninguém dá valor a aquilo que você é. Para Deus você tem valor, Ele te escolheu, te chamou para vencer e quer que o Seu nome seja glorificado na sua vida.

Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda.

João 15:16

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Novas Atualizações

Quem acompanha nosso blog percebeu que nos últimos meses as atualizações foram paralisadas. Muitos fatores contribuíram para que isso acontecesse.

Mas cremos, que com a graça de Deus e o apoio de novos colaboradores vamos voltar à ativa com todo o gás!! Aguardem!!

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Festa Junina do +ALTO!!!




Dia 25/06, estaremos realizando nossa festa junina!! Você está convidado para vir com a gente, se alegrar na presença de Deus!!

Mas, o que festa junina tem a ver com a Igreja? Ora, o mesmo que festa janeirina, agostina, dezembrina e tudo mais!! Se vc tem o amor de Deus no coração, duvido que não tenha motivos pra se alegrar, festejar, comemorar o que Ele tem feito na tua vida!!


"FILIPENSES 4.4-6
Tenham sempre alegria, unidos com o Senhor! Repito: tenham alegria! Sejam amáveis com todos. O Senhor virá logo. Não se preocupem com nada, mas em todas as orações peçam a Deus o que vocês precisam e orem sempre com o coração agradecido."


Convencido? Quer festejar na presença de Deus com a gente?? Então te espero aqui!! Se você não sabe como chegar, clique no endereço da igreja ali do lado e veja o mapa!

Até lá!!!

Perfil de um Homem de Deus


“Samuel foi o último dos juízes e o primeiro dos profetas. Era homem de profunda piedade e discernimento espiritual, inteiramente dedicado à realização dos propósitos de Deus referentes à Israel (...). Foi chamado para guiar a Israel em algumas das maiores crises de sua história, e chega quase à estatura do próprio Moisés. Sem qualquer vontade de sua parte, viu-se no papel de ‘fabricante de reis’, pois foi comissionado a ungir a Saul, o primeiro rei, então a Davi, o maior dos reis de Israel”. 1 É justamente dessa vida de que vamos pinçar alguns traços para compor o perfil de um homem de Deus.

1. Chamada — Ninguém pode se apresentar onde quer que seja como homem de Deus a não ser que tenha sido chamado. E quem chama é o próprio Deus: “Rogai, pois ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara” (Mateus 9.38). Foi assim com Abraão: “Sai-te da tua terra, da tua parentela, e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei” (Gênesis 12.1); foi assim com Moisés: ”Agora, pois, vem e eu te enviarei a Faraó, para que tires do Egito o meu povo, os filhos de Israel” (Êxodo 3.10); foi assim com Paulo: “mas levanta-te e entra na cidade, e lá te será dito o que te cumpre fazer” (Atos 9.6). O homem de Deus tem uma inequívoca chamada de Deus: ”Samuel! Samuel! Ao que respondeu Samuel: Fala, porque o teu servo ouve” (1Samuel 3.10). Você se lembra do dia em que Deus o chamou?

2. Preparo — Quando Deus chama alguém para uma tarefa específica na sua seara, Ele mesmo provê o preparo necessário. Às vezes, antes da própria chamada, como ocorreu com Moisés (na casa de Faraó), com Paulo (aos pés de Gamaliel). O homem de Deus precisa de preparo, e na vida de Samuel percebemos esse traço bem delineado: “Samuel, porém, ministrava perante o Senhor, sendo ainda menino...” (1Samuel 2.18); “Entrementes, o menino Samuel crescia diante do Senhor, como também diante dos homens” (1Samuel 2.26). É interessante notar que Lucas, ao descrever o crescimento de Jesus, praticamente copia este último verso (cf. Lucas 2.52). O preparo de Samuel foi integral: compreendeu teoria e prática. E o seu preparo, como tem sido?

3. Trabalho — Este traço na vida de Samuel extrapola o seu tempo: “Samuel julgou a Israel todos os dias da sua vida. De ano em ano rodeava por Betel, Gilbal e Mizpá, julgando a Israel em todos esses lugares. Depois voltava a Ramá, onde estava a sua casa, e ali julgava a Israel; e edificou ali um altar ao Senhor” (1Samuel 7.15-17). Nestes tempos de ativismo é bom prestar atenção a essas palavras. O texto deixa claro que Samuel, embora trabalhasse todos os dias, era um homem organizado. Seu trabalho submetia-se a um planejamento anual. Será que temos conseguido planejar nosso trabalho pelo menos pra uma semana? O homem de Deus precisa ser devotado ao trabalho: “Importa que façamos as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; vem a noite, quando ninguém pode trabalhar” (Josué 9.4).

4. Fé — O quarto traço que pretendo avivar neste perfil do homem de Deus é a fé. Sem fé a chamada perde todo o seu sentido; sem fé, o preparo é incompleto; sem fé, o trabalho é infrutífero: “Ora, sem fé é impossível agradar a Deus” (Hebreus 11.6). O homem de Deus precisar ser, necessariamente, um homem de fé. Samuel o foi. A casa de Israel estava afastada de Deus e entregue a toda a sorte de idolatria. Os filisteus eram ameaça iminente. Diante dessa situação caótica Samuel reúne o povo para dizer que a esperança está em Deus. Começa com uma condição: “Se de todo o vosso coração voltais para o Senhor” e conclui com uma promessa: “ele vos livrará da mão dos filisteus” (1Samuel 7.3). O povo aceitou o desafio, voltou-se para Deus, confessando seu pecado e livrando-se dos ídolos. O inimigo veio com toda a sua fúria, enquanto o povo mais se aproximava de Samuel: “Não cesses de clamar ao Senhor nosso Deus por nós para que nos livre da mão dos filisteus (1Samuel 7.9). Indiferente ao ataque do inimigo, Samuel ofereceu um cordeiro em holocausto, clamou ao Senhor, e o Senhor honrou a sua fé: “Enquanto Samuel oferecia o holocausto, os filisteus chegavam para pelejar contra Israel; mas o Senhor trovejou naquele dia com grande estrondo sobre os filisteus, e os aterrou; de modo que foram derrotados diante dos filhos de Israel” (1Samuel 7.10). O homem de Deus precisa não somente de fé; é necessário que ele viva a sua fé, diante do povo.

5. Transparência — Mais do que em qualquer outra época o ministério precisa de transparência. Vivemos numa época de golpes, de falcatruas; estamos no tempo em que a lei é levar vantagem em tudo. Nunca a figura do pastor foi tão aviltada, até porque está muito difícil estabelecer a diferença que existe entre pastor e pastor. Na vida de Samuel o texto fala por si só: “Eis-me aqui! Testificai contra mim perante o Senhor, e perante o seu ungido. De quem tomei o boi? ou de quem tomei o jumento? ou a quem defraudei? ou a quem tenho oprimido? ou da mão de Deus tenho recebido suborno para encobrir com ele os meus olhos? E eu vo-lo restituirei. Responderam eles: Em nada nos defraudaste, nem nos oprimiste, nem tomaste coisa alguma da mão de ninguém. Ele lhes disse: O senhor é testemunha contra vós, e o seu ungido é hoje testemunha de que nada tendes achado na minha mão. Ao que respondeu o povo: Ele é testemunha” (1Samuel 12.3-5). A vida do homem de Deus deve ser marcada pela transparência: ampla; geral; irrestrita.

6. Amor — Na composição do perfil de um homem de Deus, sem dúvida, o amor é um traço de todo indispensável. Aliás, o traço do amor, de tão importante que é, não sobressai, justamente porque, estando presente em todos os demais, confunde-se com eles. A vida de um homem de Deus é uma vida de amor. Assim é que, na vida de Samuel, não vou destacar um momento caracterizado pelo amor. A sua vida inteira foi uma vida permeada pelo amor. “Samuel julgou a Israel todos os dias da sua vida” (1Samuel 7.15). Se você quer ser um verdadeiro homem de Deus, comece por amar o povo.

7. Humildade — Para completar este perfil em que estamos trabalhando, vamos pinçar o sétimo e último traço, característico da vida de Samuel — a humildade. Se o homem aceita o desafio da chamada, adquire o preparo necessário e se dedica ao trabalho com , transparência e amor, com certeza Deus vai atuar grandemente em seu ministério, e é aí que ele vai ter que demonstrar toda a sua humildade. Embora seja tentado, a cada momento, a achar que é ele quem está realizando uma grande obra, não pode perder de vista o fato de que é Deus quem realiza, através da sua instrumentalidade. Se porventura há honra, glória, louvor, tudo deve ser dirigido única e exclusivamente a Deus. A postura do homem de Deus é aquela recomendada pelo Mestre: “Assim também vós, quando fizerdes tudo o que vos for mandado, dizei: Somo servos inúteis; fizemos somente o que devíamos fazer” (Lucas 17.10). Foi a atitude de Samuel. Embora a sua atuação tenha sido decisiva na derrota dos filisteus, ele fez questão de deixar bem claro para o povo que todo o mérito pertencia ao Senhor. “Então Samuel tomou uma pedra, e a pôs entre Mizpá e Sem, e lhe chamou Ebenézer; e disse: “Até aqui nos ajudou o Senhor” (1Samuel 7.12).

Você é um homem de Deus? Como está hoje o seu perfil? A minha oração neste seu dia é que o povo tenha condição de dizer a seu respeito:

“Eis que há nesta cidade um homem de Deus, e ele é muito considerado; tudo quanto diz, sucede infalivelmente. Vamos, pois, até lá; porventura nos mostrará o caminho que devemos seguir” (1Samuel 9.6).


_________

1 SHEDD, Russel P. A Bíblia Vida Nova. S. Paulo: Vida Nova, apêndice, p. 293


quinta-feira, 26 de maio de 2011

O verdadeiro valor de um Pastor ou Líder

**Extraído do site da CIBI - Convenção das Igrejas Batistas Independentes.


• O valor de um pastor não é medido por sua popularidade, poder de persuasão ou quantidade de pessoas que atrai, mas sim por seu caráter e fidelidade a Deus (Jo 6.66 e 67)

• O valor de um pastor não é medido pela aprovação de homens, mas pela aprovação de Deus. O pastor é segundo o coração de Deus e não segundo o coração dos homens (Jr 3.15);

• O valor de um pastor não é medido pelo tamanho de sua igreja, mas por suas qualidades éticas, morais e espirituais;

• O valor de um pastor não é medido pelo volume das entradas financeiras de sua igreja, mas por sua capacidade de suprir seu rebanho com a Palavra de Deus. Há pastores que se preocupam com a lã. Há pastores que se preocupam com as ovelhas.

• O valor de um pastor não é medido por sua capacidade política e de articulação, pois muitas vezes ele deixa de ser “politicamente correto” para permanecer justo e reto diante de Deus;

• O valor de um pastor não é medido pelos cargos que ele ocupa na denominação, mas pelo serviço que presta à Obra de Deus;

• O valor de um pastor não é medido pela satisfação de seus ouvintes, mas por sua pregação coerente aos valores do evangelho bíblico capaz de transformar vidas. A sua mensagem, ao invés de massagear o ego humano, às vezes desagrada por confrontar o ouvinte com a verdade;

• O valor de um pastor não é medido pelo seu poder ou status, mas por sua submissão e obediência a Deus;

• O valor de um pastor não é medido por sua auto-suficiência. O poder de Deus se aperfeiçoa na fraqueza de homens que às vezes julgamos fracos e incapacitados (2ª Co 12.9);

• O valor de um pastor não é medido por sua condição física, mas por sua condição espiritual;

• O valor de um pastor não é medido pela quantidade de amigos ou pessoas que o rodeiam, mas sim por seu amor às pessoas;

• O valor de um pastor não é medido pelos seus discursos, mas pela autoridade de seu viver (Mt 7.9);

• O valor de um pastor não é medido pelo crescimento quantitativo ou não da membresia de sua igreja, mas pelas transformações que suas mensagens geram em seus ouvintes. Há por aí templos cheios de pessoas perdidas, e igrejas pequenas onde pessoas experimentam a salvação em Cristo;

• O valor de um pastor não é medido pelo seu poder de empolgar sua igreja ou platéia, pois seu chamado é para pastorear e não para “animar” auditório;

• O valor de um pastor não é medido pelas crises que passa ou deixa de passar, mas pela maneira como se comporta em momentos difíceis;

• O valor de um pastor é medido por critérios divinos e não humanos.

• O pastor é dependente de Deus, e não de homens;

• O pastor é homem frágil e pequeno, por meio do qual Deus realiza coisas grandes e
extraordinárias;

• O pastor sabe que seu chamado é para pastorear e não para gerir empresas; ele não se preocupa com números, mas com a saúde de suas ovelhas;

• O verdadeiro pastor não se “contextualiza” ao mundo, mas se esforça para tirar vidas do mundo;
• O pastor de valor forma valores;

Se você tem um pastor, agradeça a Deus, ore por ele e ame-o!

“Obedecei a vossos líderes, e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil.” (Hb 13.17)


segunda-feira, 9 de maio de 2011

“De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida.” Rm 6.4

Quando lemos este texto, parece que não há controvérsia, não há o que discutir ou interpretar, a verdade está clara: Nossa vida tem que mudar quando aceitamos verdadeiramente a Cristo! Mas peraí... Mudar o que?

Eu não bebo não fumo, não faço arruaça na rua, o máximo que vai mudar são as músicas que eu escuto... Agora é só GOSPEL!

Vamos ler novamente, agora na versão NTLH para esclarecer qualquer dúvida:

“Assim, quando fomos batizados, fomos sepultados com ele por termos morrido junto com ele. E isso para que , assim como Cristo foi ressuscitado pelo poder glorioso do Pai, assim também nós vivamos uma vida nova.”

Mas há uma versão pior desse pensamento: Já sou filho de crente, meus pais não me deixam fazer nada que é errado. Minha vida está boa assim, vou lá, tomo aquele “banho” e agora participo da ceia e pronto! Sim, nesse caso o batismo acaba sendo só um banho mesmo...

O pecado não dominará vocês, pois vocês não são mais controlados pela lei, mas pela graça de Deus. O que isso quer dizer? Vamos continuar pecando porque não somos mais controlados pela lei, mas pela graça de Deus? É claro que não! Pois vocês sabem muito bem que, quando se entregam a alguma pessoa para ser escravos dela, são, de fato, escravos dessa pessoa a quem obedecem. Assim sendo, vocês podem obedecer ao pecado,que produz a morte, ou podem obedecer a Deus e ser aceitos por Ele.” Rm 6. 14-16

Essa palavra é bem clara nos dizendo que temos que obedecer a Deus, e que o motivo dessa obediência não é por sermos forçados, mas sim porque escolhemos fazer a vontade de Deus e não a do pecado. Queremos que Deus reine em nossas vidas, e esta é a única maneira de que Ele realmente exerça sua autoridade.

Agora vamos às questões que são a chave desse assunto: Morte e Vida.

Morte para quem? Para o homem que quer viver a sua própria vida, fazendo as suas próprias vontades e sendo assim inevitavelmente escravizado pelo Inimigo.

Vida para quem? Para a nova criatura que nos tornamos, criatura essa que ganha o título de “filho de Deus”.

Assim, podemos enumerar algumas diferenças entre a Criatura (velho homem) e o filho de Deus:

Base bíblica

Criatura

Filho de Deus

Rm 12.3

Pensa somente no seu prazer e satisfação.

Busca a vontade de Deus em todo o tempo.

Rm 12.9-10

Quando vai realizar algum ato de bondade ou ajuda, primeiro pensa nas conseqüências que pode ter para si mesmo, e avalia se é conveniente ou não.

Procura antes das suas necessidades ou vontades, contentar e ajudar o seu próximo, principalmente àqueles que têm menos condições e que por conseqüência não poderão retribuir à ação.

Rm 12.6-8

Só se envolve em alguma atividade quando poderá ser reconhecido ou mesmo admirado pelo que fez.

Busca contribuir naquilo que é mais capacitado, mesmo que isso signifique ficar no anonimato, em atividades que poderiam ser consideraras “sem importância” por quem deseja aparecer.

Rm 12. 14,17

Tem prazer em ver o mal acontecer àqueles que estão ao seu redor, principalmente a quem já o prejudicou antes.

Busca o bem de todos, não importando se tal pessoa merece ou não segundo seu julgamento, pois o julgar pertence a Deus.

Que Deus nos ajude para que sejamos realmente portadores desta vida, e que não venhamos a ouvir d’Ele as palavras que foram escritas por João à igreja de Sardes:

E ao anjo da igreja que está em Sardes escreve: Isto diz o que tem os sete espíritos de Deus, e as sete estrelas: Conheço as tuas obras, que tens nome de que vives, e estás morto. Ap. 3.1

Este versículo contradiz totalmente a vida de aparência que muitos têm buscado viver ainda nos nossos dias. Isto já acontecia no primeiro século, e podemos entender que continuará acontecendo até a volta do Senhor.

Deus quer que cada um de nós dê o devido valor ao sacrifício de seu filho na cruz, que entendamos que nada que Ele nos pede é o bastante se comparado ao que já ganhamos: a salvação!

terça-feira, 3 de maio de 2011

Fotos do Retiro!

Demorou, e bastante para conseguir reunir todas (ou quase todas) as fotos tiradas durante aqueles 3 dias.

Meus agradecimentos ao Dany Alemão e ao MaicoLLL que estavam sempre de câmera em punho pra registrar os melhores momentos!! As fotos deles, junto com as da minha câmera podem ser vistas clicando aqui.

Quem tiver mais fotos pode mandar que acrescento!
Abração

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Nova Parceria no Blog

É com muita alegria que anuncio a parceria do nosso Blog com a http://www.radiovidaonline.com.br/, um site mantido pelo Pr. Cleo Harison Block, da IBI VIDA NOVA de Erechim/RS, e que tem o propósito de abençoar vidas através da web.

Graças a Deus por todos aqueles que têm colocado suas vidas à disposição do Reino e tem buscado encher a internet com a palavra do Senhor Jesus!!

E mais. Faça seu pedido de música através deste link:



Contatos com o pr. Cleo.

Abração!

terça-feira, 26 de abril de 2011

Retiro de Outono 2011




Semanas de preparação, buscando ajeitar tudo, desde os palestrantes, até as compras, a organização nos envolve muito. É semana do retiro e todos estão mais ansiosos do que nunca. Quem sabe a maior expectativa é por que o último já foi muito bom, e agora, como vamos fazer melhor? Será que conseguimos?

Chega quarta feira e a correria não para! Leva equipamento, enche o carro de instrumentos, volta, falta pegar o rancho...


- Preciso de uma mão pra carregar, vamos?

- Claro!! – é a resposta que tenho.

- Pera aí!! Tem que ir ao mercado de novo! Faltou coisa...

- Eu passo lá, não te estressa! – outra voz me acalma!

-Alô! Busca a carne no açougue pra mim, não vai dar tempo...

- Deixa pra mim – ele retorna.

Não precisamos nomes aqui... Somos apenas um...

Um único corpo, um único propósito, um objetivo claro e certeiro: buscar um encontro com Deus de uma maneira que nunca havíamos conseguido... Como vamos fazer isso? Não vamos, mas Ele vai!

Começa a noite, no final do culto o ônibus espera em frente à igreja. Deus abençoe a viajem – pedimos - e seguimos em frente, começou! Essa poderia ser a rotina de preparação de qualquer retiro, acampamento, excursão... Mas a partir de agora, temos que sair de cena, e deixar que o Espírito Santo coordene as atividades.

Não pense que vamos sair daqui e ficar o tempo todo carrancudos uns com os outros como se tivéssemos o rei na barriga, o nosso Deus nos dá a alegria de ter comunhão com nossos irmãos, e assim seguimos, intercalando momentos de comunhão com momentos em que o Espírito tomava conta de nós a ponto de quase não conseguirmos encerrar o culto, e mesmo depois de encerrado a metade da galera continuar muito tempo ainda na presença de Deus!

Uma madrugada de chimarrão e conversa com os amigos, uma manhã na presença de Deus, vamos à tarde e todos têm disposição para crescermos espiritualmente estudando juntos e discutindo a Palavra! E após uma noite cheia do Espírito Santo, claro que vem uma madrugada de mate de novo.

No outro dia todo mundo está cansado e sem vontade de participar... Claro que não! Tudo se repete, com mais intensidade ainda... Claro, temos que ter algo melhor do Senhor a cada dia... Mas, como teríamos uma nova vitoria sem lutar? E começa o temporal, falta luz, é isso aí pessoal, quem ficou pro final vai pro banho gelado! Um jovem vai orar pedindo a Deus condições de realizarmos o culto, outra jovem profetiza as bênçãos de Deus para nós (podemos fazer isso, sabiam?). A energia volta e fazemos um culto abençoado! E depois, corrida pra levantar o equipamento do chão... O morro virou rio, e resolveu passar justamente por dentro do salão... Estragou nosso dia né? Claro que não, pois em tudo temos a certeza de que o nosso Deus tem o domínio total e que não permitirá algo que seja para o nosso mal.



No sábado não tem luz, não tem guitarra, não tem bateria nem baixo, não tem projetor com a letra da música, Vai ser fraquinho né? Pelo contrário, Deus nos visita novamente e contraria nossos conceitos limitados, mostrando que Ele é quem realmente importa na nossa vida! Chegamos ao final do sábado, A canseira está batendo, mas temos a certeza que não estamos saindo deste lugar nem parecidos de como entramos. Glória a Deus por tudo!

Pra completar... Volta aqui, desçam alguns do ônibus e me ajudem a empurrar o carro completamente carregado de equipamentos e sem bateria pois passamos todas as madrugadas ouvindo música nele!!

E assim terminou o melhor retiro das nossas vidas! Pelo menos até agora, pois temos certeza de que o próximo será ainda mais abençoado!

Só me resta agradecer a Deus por ele ter me colocado no meio de gente tão especial e querida como vocês, e pedir que ele nos fortaleça cada dia mais na sua presença!

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Conto Com Vocês!!!

Todo Sábado um grupo de pessoas com o mesmo sonho e o mesmo desejo, se reúne com o mesmo objetivo: Adorar àquele que é digno de toda a honra, toda a glória e todo o louvor!

Participe também!! Com certeza Deus tem algo bom pra você assim como tem dado para nós todos os sábados!!

"O SENHOR te abençoe e te guarde;O SENHOR faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti;O SENHOR sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz." Números 6.24-26

quarta-feira, 30 de março de 2011

Banda Selo no Fest Gospel - À Todo Instante o Tempo Todo IV

Banda Selo Participando do Evento no último sábado (26/03/11)
Parabéns e que Deus continue abençoando vcs grandemente!!!!









terça-feira, 15 de março de 2011

Clamor pelo Japão - Comunicado da Cibi

Vamos orar pelos nossos irmãos do outro lado do mundo, inclusive nossos pastores brasileiros colocados por Deus naquela nação para anunciar Sua palavra!

Link original:
http://www.cibi.org.br/missoes/japao/942-clamor-pelo-japao-urgente.html
São 5 horas de quarta-feira (17hs de terça-feira - dia 15 , no Brasil). Estou desperto, tentando responder a varios amigos que nos escrevem, e tambem para clamar a Deus pela Sua Misericordia não somente por nós, mas pela Nação japonesa, pela salvação dos milhões de perdidos que nela habitam. Uma triste rotina continua. As noticias cada vez piores, como por exemplo: o aumento do numero de mortos (já passa de 3.300), mas pode ultrapasar a 10.000, devido ao alto numero de desaparecidos. O temor de vazamento nuclear mantem a todos em aterradora expectativa. Racionamento de energia elétrica, água; os meios de transporte afetados. Clique em leia mais, para ler a carta completa.

Por outro lado, em meio a tantas noticias ruins, o povo japonês está comprando o que pode, e armazenando, fazendo com que alguns produtos (como arroz, pão, leite) comecem a escassear nas prateleiras dos supermercados, e os preços subindo vertiginosamente.
Em nossa casa há gente, todos os dias, e a toda hora, procurando algum tipo de ajuda. Precisamos de Graça abundante para poder ajudar a tantos quantos seja necessário. Aproximadamente 7 horas atrás, houve outro terremoto, (grau 6), com epicentro em Shizuoka, ao pé do Monte Fuji, aonde estivemos pregando alguns dias atrás, na igreja dirigida pelos amigos e conservos, Pr. Luis Kakumu e esposa, Margarete. Eram mais ou menos as 23:00 hrs. Sentimos o forte tremor aqui em casa, e imediatamente ligamos para eles. Graças a Deus atenderam (e nos disseram que não conseguiam ligar pra ninguém, somente receber chamadas). Eles tinham saído de casa, estavam no carro, numa parte alta da cidade, devido a continua expectativa que há, quando a terra treme aqui, de que haja algum “Tsunami”. Oramos com eles, e lhes dedicamos o Salmo 46, lendo-o, destacando alguns versos, como: “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações.

Portanto, não temeremos ainda que a terra se transtorne e os montes se abalem no seio dos mares.” (Continuem sua leitura). Tanto eles, como nós, e outra família hospedada em casa, fomos grandemente consolados!Alguns amigos nos tem chamado, para voltarmos para o Brasil, ou irmos para suas casas, aqui no Japão, na Coreia, mas ainda tem um tempo para nós nesta nação e pretendemos sair somente no tempo dEle. Terminando, rogamos não somente ao povo Batista Independente, mas a todos quantos leiam esta noticias, que nos unamos em um tempo de Clamor a Deus por alguns motivos, como:
1. Pela nossa proteção, e de todo o povo de Deus;
2. Por provisão, não somente por nós, mas para que a Obra se mantenha aqui, e para podermos ajudar a tantos que nos procuram.
3. Por um grande conserto , por unidade entre o povo chamado “Povo de Deus”, aqui no país.
4. Pela salvação dos milhões de perdidos no Japão.

Keller Costa, que lidera o ministério com crianças, na área de esportes Crianças que aprendem futebol e a Palavra de Deus com Keller Costa Cozinha, logo após o terremoto parte da igreja Batizando Vidas

No amor de Cristo,
Seus missionários no Japão: Pr. Clerisnan, Neide, e Keller Costa.
cidade de Oyama, Japão
Acompanhe outras notícias em: http://risinggod.wordpress.com/
email: klelennes@yahoo.comEste endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Por favor, pedimos que vocês imprimam esta carta e afixe no edita da igreja. ORE pelo povo no Japão!

Última atualização (Ter, 15 de Março de 2011 22:12)

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Grupo Jovem em Estância Velha

Nesse próximo sábado, 26/02/11 estaremos realizando o segundo culto jovem na nossa congregação de Estância Velha!

Você é nosso convidado pra estar lá!!
Rua Belém, 369, loteamento Bom Jardim.
Clique aqui para ver o trajeto entre a nossa Igreja em Novo Hamburgo e a Congregação E.V.

Régis Bueno

Visita às Crianças

No último sábado, dia 19 as meninas do Grupo Jovem começaram uma nova frente de trabalho evangelístico e principalmente social.

O Lar abriga em torno de 25 meninas que não tem família, ou cujas famílias tem problemas que as impedem de morar nas suas casas.

Foram quase duas horas de brincadeiras, descontração, e claro, um lanchinho para as meninas!

Com certeza isso vai falar profundamente no coração daquelas crianças fazendo com o amor de Deus seja refletido através da vida de quem dá valor a elas!

Dia 19/03 elas farão a próxima visita!

Parabéns pela iniciativa e que Deus abençõe!!

Régis Bueno

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

O Sacrifício de Cristo

ROMANOS 5.6-9: 

     De fato, quando não tínhamos força espiritual, Cristo morreu pelos maus, no tempo escolhido por Deus. Dificilmente alguém aceitaria morrer por uma pessoa que obedece às leis. Pode ser que alguém tenha coragem para morrer por uma pessoa boa. Mas Deus nos mostrou o quanto nos ama: Cristo morreu por nós quando ainda vivíamos no pecado. E, agora que fomos aceitos por Deus por meio da morte de Cristo na cruz, é mais certo ainda que ficaremos livres, por meio dele, do castigo de Deus.

Deus abençõe!!
Régis Bueno