quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Algumas Dicas Para o Crescimento Espiritual

Crescer espiritualmente é uma dádiva que Deus nos dá. Quando somos resgatados por Cristo, o aceitamos como nosso salvador e nos arrependemos dos nossos pecados, inicia-se em nós uma transformação feita pelo Espírito Santo, nos tornando cada vez menos parecidos com o que éramos antes e cada vez mais semelhantes a Cristo.

Infelizmente alguns param de crescer logo no início da caminhada, vivendo a vida toda como bebês espirituais, que não entendem nada, que tem que ser carregados pra todo lado e que nunca se tornarão o que Deus planejou para suas vidas.

Para que isso não aconteça, a Bíblia nos dá algumas dicas para que possamos continuar crescendo:

 

Fuja de tudo o que toma o lugar de Deus em tua vida

2Tm 2:22 - Foge, outrossim, das paixões da mocidade.  Segue a justiça, a fé, o amor e a paz com os que, de coração puro, invocam o Senhor.

Gl 5:16 - Digo, porém: andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne.

Cl 3:5-6 - Fazei, pois, morrer a vossa natureza terrena: prostituição, impureza, paixão lasciva, desejo maligno e a avareza, e  que é idolatria; por estas coisas é que vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência.

A Palavra nos ensina a resistir ao inimigo, mas fugir das paixões e tentações. Enquanto muitas pessoas e igrejas criam um sensacionalismo exagerado a respeito de demônios e do próprio Satanás, e fazem terrorismo a ponto de as pessoas o considerarem mais poderoso que o próprio Deus, a Bíblia nos ensina que nosso maior inimigo é nosso próprio eu. Nossa natureza pecaminosa é nosso real problema. Nós temos em nossa natureza o desejo de pecar.

Tudo aquilo que cobiçamos, o que a mídia e a sociedade impõem como essencial, os desejos carnais com que todos temos que conviver, afinal somos humanos... Estas coisas tentam todos os dias tomar o lugar do Senhor na nossa vida. Muitas vezes trocamos o nosso Deus por outros deuses e nem percebemos.

Nossos deuses podem ser os amigos, a namorada, a nossa banda, o instrumento que tocamos, o videogame, o serviço que realizamos na igreja, etc. Tudo isso pode tomar o lugar de Deus se não mantivermos o cuidado de fugir do que nos atrapalha e não mantivermos nossas prioridades bem definidas.

 

Mantenha viva a chama do Espírito

Mt 25:20 - Então, aproximando-se o que recebera cinco talentos, entregou outros cinco, dizendo: Senhor, confiaste-me cinco talentos; eis aqui outros cinco talentos que ganhei.

Entendemos que o Espírito Santo é quem nos capacita para a obra que o Senhor nos chamou. Vemos na parábola dos talentos, que o Senhor deu a cada um a quantidade que julgou correta e os mandou multiplicá-los. Isso significa que embora recebamos de graça, temos responsabilidade com o que ele nos dá, a responsabilidade de multiplicar.

Quando falamos em dom, é comum associar primeiramente a manifestações extraordinárias, como línguas estranhas, profecias, curas e libertação. De fato, tudo isso, quando acontece verdadeiramente, é obra do Espírito, mas não é tudo, e nem mesmo a parte mais importante.

O maior dom de Deus que recebemos é a salvação, e essa temos que compartilhar com todos aqueles que não compreenderam ainda essa maravilha. Não que possamos salvar alguém, isso cabe ao Espírito Santo, conforme nos relata a Bíblia, mas temos o dever de anunciar, com nossa vida, com nossas atitudes, com nossas palavras!

Cada um de nós recebeu de Deus capacidades diferentes: uns pregam, uns ministram louvor, outros tocam, alguns são bons conselheiros, outros intercessores, e há também os mestres, aqueles que ensinam. Tudo isso é dom de Deus, são capacitações que recebemos de Cristo e que Ele espera que apliquemos na sua obra. Não adianta eu receber algo de Deus se eu não utilizar para sua glória. Se não o servimos com o dom que temos, nos tornando semelhantes àquele servo que recebeu um talento e o enterrou. Não enterre seu talento!

Muitos querem receber muito, mas não estão dispostos a multiplicar o que receberem, querem viver um evangelho egoísta, sem repartição.

2 Tm 1:6 - Por esta razão, pois, te admoesto que reavives o dom de Deus que há em ti pela imposição das minhas mãos.

Por essa razão, Paulo adverte Timóteo que mantenha vivo o dom que recebeu. Isso demonstra a responsabilidade que temos em manter acesa a chama do Espírito Santo. O consolador está sempre em nosso meio buscando nos orientar e auxiliar, mas cabe a nós vivermos em oração e constante leitura da Bíblia para não perdermos o foco, para que não venhamos esquecer do que Deus quer de nós.

1Tm 4:14 - Não te faças negligente para com o dom que há em ti, o qual te foi concedido mediante profecia, com a imposição das mãos do presbitério.

Você recebeu um dom! Um chamado para que fizesse algo para o reino de Deus. Isso não é um simples compromisso perante seu líder ou pastor, ou mesmo com sua igreja, mas um compromisso diante de Deus!

 

Busque o fortalecimento na Graça

2Tm 2:1 -  Tu, pois, filho meu, fortifica-te na graça a  que está em Cristo Jesus. 

Ef 6:10 - Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder.

Tt 2:11 - Porquanto a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens.

Paulo deixa claro, assim como também toda a Bíblia afirma, que a força de que precisamos está na Graça de Deus. É por que Deus nos ama que nos entregou seu filho e tem um ministério pra nós, não por que merecemos. Por isso podemos confiar que teremos a força necessária para enfrentar as dificuldades e batalhas que surgem quando estamos no lugar que Deus nos colocou.

Temos a garantia de que o Espírito Santo nos dá a força, porém, sabemos que há algo que precisamos fazer: Buscar o fortalecimento que vem de Deus. Não importa o que já fizemos, pelo que passamos, por onde andamos, importa que a graça de Deus se manifestou a nós, Deus tem planos para nossa vida, nos dá aquilo que não merecemos, e nos faz fortes para suportar o que vier contra nós.

Está prestes a desistir? Saiba que Cristo te amou primeiro e não pensou em desistir do propósito de morrer por ti, e de graça. Então tenha certeza que pela graça, você será fortalecido!

Podemos sim, viver nossas vidas colocando Cristo em primeiro lugar, e confiando que ele nos dará sabedoria para possuirmos todas as coisas que Ele nos der, sem sermos possuídos por elas.

 

O crescimento espiritual é uma coisa que devemos buscar com todas as nossas forças, significa a cada dia estar mais perto de Deus, entender mais do que Ele quer pra nós, sermos mais úteis no Seu reino, significa sermos cada vez mais parecidos com Jesus! Busque o crescimento Espiritual como a coisa mais importante para sua vida. Mais importante do que estar em todos os cultos, porém com o pensamento longe dele, mais importante do que fazer 1000 coisas na igreja, sem ter o foco em Cristo, é crescer na graça e no conhecimento de Deus, pois assim faremos todas essas coisas com a real motivação e de uma forma que glorifique a Deus!


segunda-feira, 6 de maio de 2013

Nova agenda do Grupo

Pessoal!! Estamos fazendo um teste para disponibilizar nossa agenda para todos. Assim fica fácil todo mundo se programar pra não perder nossos eventos e compromissos!! Que acham?? Se tiverem dificuldades em visualizar ou tiver alguma data errada avisem nos comentários!!

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Teologia Facebookiana...


10 Pois existem muitos, principalmente os que vieram do Judaísmo, que são revoltados e enganam os outros com as suas tolices. 11 É preciso fazer com que eles parem de falar, pois estão atrapalhando famílias inteiras por ensinarem o que não devem, com a intenção vergonhosa de ganhar dinheiro.
Tt 1:10, 11

Baseado nesse texto, quero fazer um pedido a vocês!! Sabemos que o Facebook, e a internet como um todo, estão cheios de todo tipo de mensagens, frases e pensamentos que muitas vezes até parecem ser cristãos, mas que se formos analisar a fundo, não passam de ensinamentos falsos. Muito cuidado com isso. A Bíblia é nossa bússola, nossa regra de fé... Qualquer pensamento, por mais que fale 50 vezes o nome de Deus, tem que ser avaliado à luz da Palavra!!

Muitas vezes compartilhamos coisas que não são condizentes com a Palavra, e que talvez nem nos causem dano algum, pois o Senhor já nos resgatou e cuida de nós, mas acabamos dando um falso testemunho sobre as coisas de Deus àqueles que não conhecem ainda a Palavra.

Olhem o conselho que Paulo dá a Tito a respeito dos falsos mestres.

Portanto, você tem de repreender duramente esses falsos mestres para que sejam sadios na fé 14 e parem de dar atenção a histórias inventadas por judeus e a ensinamentos humanos que vêm de pessoas que rejeitam a verdade. 15 Tudo é puro para os que são puros; mas nada é puro para os impuros e descrentes, pois a mente e a consciência deles estão sujas. 16 Eles dizem que conhecem a Deus, mas o que eles fazem mostra que isso não é verdade. Estão cheios de ódio, são rebeldes e não são capazes de fazer nenhuma coisa boa.
Tt. 1:13-16

Portanto, peço que sempre busquem as coisas lá do alto, para não sejamos enganados ou confundidos.

Deus abençoe!!

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Neemias:

Postado por Régis Bueno
 
Cada um de nós tem uma reação diferente quando nos vemos em meio a frustrações: Alguns se entristecem profundamente e perdem as forças, outros ficam irados e procuram de toda forma afrontar os responsáveis ou culpados pela situação. Há também quem não se importe com o que poderá acontecer e simplesmente “deixam quieto”, fingem que o problema não existe e acreditam que essa é a melhor solução.
A Bíblia deixa claro, através de vários exemplos, o que Deus quer que façamos em meio a situações adversas. Um deles é Neemias.
As palavras de Neemias, filho de Hacalias. E sucedeu no mês de Quisleu, no ano vigésimo, estando eu em Susã, a fortaleza,
Que veio Hanani, um de meus irmãos, ele e alguns de Judá; e perguntei-lhes pelos judeus que escaparam, e que restaram do cativeiro, e acerca de Jerusalém.
E disseram-me: Os restantes, que ficaram do cativeiro, lá na província estão em grande miséria e desprezo; e o muro de Jerusalém fendido e as suas portas queimadas a fogo.
Neemias 1:1-3


  • Neemias ocupava uma posição de destaque no reino persa, sendo o copeiro do Rei Artaxerxes.O copeiro tinha de ser homem de confiança e totalmente leal ao rei, visto que era responsável por garantir que o rei não fosse envenenado através da bebida;
  • Neemias não se conformou com a situação e sentiu imensa tristeza por saber que o seu povo passava por dificuldades;
  • Saiu do palácio do rei, conseguindo o consentimento e a ajuda do rei para reconstruir os muros;
  • Conseguiu reerguer os muros com a ajuda do povo em 52 dias;
  • Tornou-se governador de Jerusalém;
  • Como líder político, conduziu o povo a voltar a adorar a Deus;

 

Como Neemias agia:

E sucedeu que, ouvindo eu estas palavras, assentei-me e chorei, e lamentei por alguns dias; e estive jejuando e orando perante o Deus dos céus.
Neemias 1:4

  • Buscou a oração como primeira alternativa para resolver seus problemas. Esperou em Deus, por 4 meses até o momento propício de falar com o rei.

E o rei me disse: Que me pedes agora? Então orei ao Deus dos céus,
Neemias 2:4

  • Na hora importante da decisão, Neemias ora rapidamente, buscando que Deus dê as palavras corretas. Essa oração, porém, estava embasada em um longo período de busca e oração.

Disse mais ao rei: Se ao rei parece bem, deem-se-me cartas para os governadores dalém do rio, para que me permitam passar até que chegue a Judá.
Como também uma carta para Asafe, guarda da floresta do rei, para que me dê madeira para cobrir as portas do paço da casa, para o muro da cidade e para a casa em que eu houver de entrar. E o rei mas deu, segundo a boa mão de Deus sobre mim.
Neemias 2:7-8

  • Montou uma estratégia de trabalho, sem nunca deixar de esperar em Deus. A estratégia contemplava tudo o que Neemias poderia prever que aconteceria.


E cheguei a Jerusalém, e estive ali três dias.
E de noite me levantei, eu e poucos homens comigo, e não declarei a ninguém o que o meu Deus me pôs no coração para fazer em Jerusalém; e não havia comigo animal algum, senão aquele em que estava montado.
E de noite saí pela porta do vale, e para o lado da fonte do dragão, e para a porta do monturo, e contemplei os muros de Jerusalém, que estavam fendidos, e as suas portas, que tinham sido consumidas pelo fogo.
E passei à porta da fonte, e ao tanque do rei; e não havia lugar por onde pudesse passar o animal em que estava montado.
Ainda, de noite subi pelo ribeiro e contemplei o muro; e, virando entrei pela porta do vale; assim voltei.
E não souberam os magistrados aonde eu fora nem o que eu fazia; porque ainda nem aos judeus, nem aos sacerdotes, nem aos nobres, nem aos magistrados, nem aos mais que faziam a obra, até então tinha declarado coisa alguma.
Neemias 2:11-16

  • Ao chegar em Jerusalém, avaliou com seus próprios olhos a situação, antes de agir.


Então lhes declarei como a mão do meu Deus me fora favorável, como também as palavras do rei, que ele me tinha dito; então disseram: Levantemo-nos, e edifiquemos. E esforçaram as suas mãos para o bem.
Neemias 2:18

  • Motivou o povo a trabalhar através do seu testemunho.

E ligaram-se entre si todos, para virem guerrear contra Jerusalém, e para os desviarem do seu intento.
Porém nós oramos ao nosso Deus e pusemos uma guarda contra eles, de dia e de noite, por causa deles.
Neemias 4:8-9

  • Os imprevistos, Neemias colocava imediatamente diante de Deus através da oração, esperando que Deus o dirigisse nas decisões difíceis.







Acabou-se, pois, o muro aos vinte e cinco do mês de Elul; em cinquenta e dois dias. E sucedeu que, ouvindo-o todos os nossos inimigos, todos os povos que havia em redor de nós temeram, e abateram-se muito a seus próprios olhos; porque reconheceram que o nosso Deus fizera esta obra.
Neemias 6:15-16

  • Neemias Creditou toda a Glória e todos os méritos a Deus.

Neemias obteve grandes conquistas em sua vida, pois creu em Deus e no chamado que Deus deu a ele. Todos nós somos chamados da mesma forma que Neemias, que pertencia ao povo escolhido, mas teve de tomar a decisão de aceitar o trabalho que Deus estava preparando para ele. A partir do momento em que ESCOLHEMOS transformar nossa vida de um simples membro de igreja para um trabalhador da obra de Deus, temos de passar a agir conforme o querer de Deus , e começamos a colher os frutos dessa decisão como Neemias colheu, vendo nossas mãos serem usadas Por Deus para fazer coisas que não conseguiríamos jamais com nossa própria força. Isso faz parte do que Deus tem preparado pra todos nós.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

A Cura do Cego de Jericó

Postado por William Silva

E Jesus, falando, disse-lhe: Que queres que te faça? E o cego lhe disse: Mestre, que eu tenha vista.
Marcos 10:51

Jesus encontra-se agora saindo de Jericó, que fica a cerca de 24km a nordeste de Jerusalém, como nos mostra Marcos 10.46-52. No caminho da saída da cidade encontrava-se um cego chamado Bartimeu, desprezado pela sociedade pelo simples fato de ter uma deficiência visual. Ele se tornara um mendigo, e por isso ficava as portas de Jericó para pedir esmolas para quem entrasse ou saísse da cidade.

Bartimeu era alguém esquecido pelas pessoas, ninguém dava atenção a ele e na cultura daquela época, era considerado um estorvo. O v.46 nos diz que Bartimeu era filho de Timeu, isso me leva a entender que ele tinha família, mas que pelo fato de ser um cego até sua família o abandonou.

Porém algo novo estava para acontecer! Bartimeu ficou sabendo que Jesus ia passar pelo lugar onde ele estava. Sabe querido, desde o momento em que ele ficou sabendo que Jesus ia passar por perto, ele creu que o Mestre poderia curar os seus olhos, creu que o Mestre traria solução pra sua vida!

Quantas vezes Jesus têm passado por você, falado com você, tocado no seu coração e você nem percebe, talvez por estar muito ocupado, preocupado com seu trabalho, com seus estudos, seus compromissos e responsabilidades. Mas saiba que Cristo te ama e hoje Ele te dá uma nova oportunidade! Bartimeu percebeu e creu no poder de Jesus, quero analisar com você três pontos fortes dessa passagem que fazem aprender e crescer:

 

O clamor de Bartimeu

E, ouvindo que era Jesus de Nazaré, começou a clamar, e a dizer: Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim.
E muitos o repreendiam, para que se calasse; mas ele clamava cada vez mais: Filho de Davi! tem misericórdia de mim.
Marcos 10:47-48

Bartimeu creu de tal forma em Jesus, que se pôs a clamar pedindo misericórdia, porque sabia que somente quem poderia mudar sua vida, reverter a sua situação era o Mestre. A multidão que seguia Jesus o repreendia para que ficasse quieto, mas ele precisava de Jesus e clamou ainda mais alto. Não se importou com as repreensões, não se intimidou por ser cego, por ser alguém esquecido e desprezado pelas outras pessoas, ele clamou a Jesus e Jesus o ouviu!

E invoca-me no dia da angústia; eu te livrarei, e tu me glorificarás.
Salmos 50:15

Faça como Bartimeu: clame e creia em Jesus. Não deixe que os seus problemas, ou que o que dizem a seu respeito faça com que você perca a sua esperança, atraia a atenção de Jesus, clame com fé ou até mesmo sem fé, mas clame. Clame nesta hora, não perca mais tempo, diga: “Jesus eu preciso de ti, Tu és meu guia, meu Senhor, meu Salvador”, com certeza o Senhor te ouvirá!

 

Jesus chama Bartimeu

E Jesus, parando, disse que o chamassem; e chamaram o cego, dizendo-lhe: Tem bom ânimo; levanta-te, que ele te chama.
Marcos 10:49

Bartimeu consegue atrair a atenção de Jesus com seu clamor e Jesus o chama para que venha até Ele. Sabe querido, Jesus poderia muito bem ter ido até Bartimeu, mas desejou que o homem viesse até Ele, isso é, que Bartimeu desse um passo para Cristo.

E disse-me: Filho do homem, põe-te em pé, e falarei contigo.
Ezequiel 2:1

Deus quer isso de você, quer que quando Ele te chame, quando Ele fale contigo, após você clamar e clamar para que venha sobre a sua vida, você tome uma atitude e vá até Ele, faça aquilo que Ele te diz. Dê um passo diante de Jesus quando Ele te chamar!

Quando você fizer isso, o Senhor se revelará a você e te atenderá, pois Ele vê o seu esforço e tem planos, sonhos maravilhosos para sua vida.

 

Jesus pergunta: O que queres que eu te faça?

E Jesus, falando, disse-lhe: Que queres que te faça? E o cego lhe disse: Mestre, que eu tenha vista.
Marcos 10:51

Esse homem clamou e deu o passo diante do chamado de Jesus, agora o Mestre o concede a vitória, perguntando o que ele queria. Obviamente Jesus sabia que o homem era cego e que desejava ser curado, mas o fato é que Jesus queria ouvir da sua boca o que ele precisava.

Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças.
Filipenses 4:6

Nesta hora o Senhor te pergunta: O que queres que eu te faça? Deus quer ouvir da sua boca aquilo que você anseia, aquilo que você precisa, aquilo que você sonha em conquistar já há muito tempo.

Não deixe de responder a pergunta de Cristo neste momento, diga pra Ele qual o teu problema, conte o que tem te afligido sua vida, peça a solução, peça a vitória, o Senhor quer ouvir você.

Pois assim como foi com Bartimeu, o Senhor Deus te ouvirá e vai te abençoar trazendo grande vitória!

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

UM CORAÇÃO VOLUNTÁRIO

Postado por Régis Bueno

 

Disse mais o rei Davi a toda a congregação: Salomão, meu filho, a quem só Deus escolheu, é ainda moço e tenro, e esta obra é grande; porque não é o palácio para homem, mas para o SENHOR Deus.
Eu, pois, com todas as minhas forças já tenho preparado para a casa de meu Deus ouro para as obras de ouro, e prata para as de prata, e cobre para as de cobre, ferro para as de ferro e madeira para as de madeira, pedras de ônix, e as de engaste, e pedras ornamentais, e pedras de diversas cores, e toda a sorte de pedras preciosas, e pedras de mármore em abundância.
E ainda, porque tenho afeto à casa de meu Deus, o ouro e prata particular que tenho eu dou para a casa do meu Deus, afora tudo quanto tenho preparado para a casa do santuário:
Três mil talentos de ouro de Ofir; e sete mil talentos de prata purificada, para cobrir as paredes das casas.
Ouro para os objetos de ouro, e prata para os de prata; e para toda a obra de mão dos artífices. Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR?
Então os chefes dos pais, e os príncipes das tribos de Israel, e os capitães de mil e de cem, até os chefes da obra do rei, voluntariamente contribuíram.
E deram para o serviço da casa de Deus cinco mil talentos de ouro, e dez mil dracmas, e dez mil talentos de prata, e dezoito mil talentos de cobre, e cem mil talentos de ferro.
E os que possuíam pedras preciosas, deram-nas para o tesouro da casa do SENHOR, a cargo de Jeiel o gersonita.
E o povo se alegrou porque contribuíram voluntariamente; porque, com coração perfeito, voluntariamente deram ao SENHOR; e também o rei Davi se alegrou com grande alegria.
1 Crônicas 29:1-9

 

Davi já conhecia os planos de Deus a respeito do Templo, que seria construído por seu filho Salomão, seu sucessor. Ele compreendia que, embora fosse esse seu grande sonho, essa honra não era para ele. Reconhecendo a vontade soberana de Deus, Davi reúne o povo, indica publicamente o seu sucessor e busca apoio do povo para que a obra possa ser realizada com todo o cuidado e qualidade que merecia. Seu objetivo era garantir a construção do Templo, sem se preocupar se haveriam méritos a ele.

Ter um coração voluntário para a obra de Deus, significa contribuir de todas as formas possíveis, se entregar totalmente ao propósito, sem preocupações com ganhos pessoais.

A seguir, veremos 3 características principais do coração voluntário:

  • É movido pelo Amor.

Se temos o amor de Deus, devemos demonstra-lo, isso significa que nossas prioridades serão as prioridades de Deus e sua obra: Buscar os perdidos! O amor tem de levar à ação.

E ainda, porque tenho afeto à casa de meu Deus, o ouro e prata particular que tenho eu dou para a casa do meu Deus, afora tudo quanto tenho preparado para a casa do santuário:
1 Crônicas 29:3

  • É liberal no ofertar e se entrega por inteiro.

Ser liberal significa o oposto de ser pão duro. É dispor de tudo o que se tem e se pode fazer para a causa mais importante. Isso só funciona quando começa pela entrega do coração.

Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.
Mateus 6:21

  • Se alegra em participar.

O povo viu a atitude de Davi e dos demais líderes e ficou contagiado com o mesmo desejo. Quando os líderes e pessoas influentes se doam e contribuem verdadeiramente, todos se comprometem com o mesmo propósito. Assim como foi com a igreja da Macedônia, que embora fosse uma congregação com poucos recursos financeiros, insistiu com Paulo em participar da oferta à igreja da Judéia. Quando há participação com alegria, há abundância, como houve com Moises.

Porque, segundo o seu poder (o que eu mesmo testifico) e ainda acima do seu poder, deram voluntariamente.
Pedindo-nos com muitos rogos que aceitássemos a graça e a comunicação deste serviço, que se fazia para com os santos.
2 Coríntios 8:3-4

Então mandou Moisés que proclamassem por todo o arraial, dizendo: Nenhum homem, nem mulher, faça mais obra alguma para a oferta alçada do santuário. Assim o povo foi proibido de trazer mais,
Porque tinham material bastante para toda a obra que havia de fazer-se, e ainda sobejava.
Êxodo 36:6-7

 

Entendemos que Deus dá a cada um diferentes dons, capacidades e condições de contribuir com a obra de Deus: Alguns com doações em bens materiais, outros utilizando sua mão de obra voluntária para o progresso dos trabalhos, outros utilizando os dons que Deus dá para glorifica-lo. Muitos podem contribuir em mais de um desses pontos, e o fazem com alegria. Sobretudo, devemos aprender a doar o nosso melhor por completo para que a obra de Deus seja abençoada por nossas mãos. Àqueles a quem Deus chamou para ministrar a sua palavra ou o louvor na sua casa devem se portar como Davi e os líderes do povo, que primeiro ofertaram do seu melhor para depois pedir ao povo que o fizesse. De igual modo, aqueles que Deus convocou a abençoarem a obra financeiramente devem entender que podem arregaçar suas mangas e colocar a mão no arado, seja no trabalho espiritual, seja no trabalho braçal da obra de Deus. Você tem feito tudo o que pode em favor da obra de Deus? 

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Ezequias: Coragem para fazer a diferença

Postado por Régis Bueno

E sucedeu que, no terceiro ano de Oséias, filho de Elá, rei de Israel, começou a reinar Ezequias, filho de Acaz, rei de Judá.
Tinha vinte e cinco anos de idade quando começou a reinar, e vinte e nove anos reinou em Jerusalém; e era o nome de sua mãe Abi, filha de Zacarias.
E fez o que era reto aos olhos do SENHOR, conforme tudo o que fizera Davi, seu pai.
Ele tirou os altos, quebrou as estátuas, deitou abaixo os bosques, e fez em pedaços a serpente de metal que Moisés fizera; porquanto até àquele dia os filhos de Israel lhe queimavam incenso, e lhe chamaram Neustã.
No SENHOR Deus de Israel confiou, de maneira que depois dele não houve quem lhe fosse semelhante entre todos os reis de Judá, nem entre os que foram antes dele.
Porque se chegou ao SENHOR, não se apartou dele, e guardou os mandamentos que o SENHOR tinha dado a Moisés.
2 Reis 18:1-6

Ezequias foi o mais sincero e abençoado rei de Judá. A Bíblia o compara a Davi, seu antepassado, e que foi “um homem segundo o coração de Deus”. Seus antepassados em geral não serviram a Deus, e não tinham interesse em conduzir o povo no caminho do Senhor. Ele, porém, optou por fazer o que era reto perante o Senhor, mesmo que isso custasse caro a ele:

· Não aceitou a submissão de Judá a um reino cruel e pagão;

· Removeu todos os templos pagãos, ídolos, colunas e o poste ídolo que os judeus vinham adorando;

· Destruiu a serpente de bronze que Moisés levantou, pois o povo tinha passado a adorá-la;

· Restituiu as festas religiosas que Deus havia instituído;

· Reformou os muros que protegiam Jerusalém e realizou obras para proteger-se dos inimigos;

· Confiou em Deus;

· Abriu mão das riquezas materiais do reino para proteger o povo;

· Quando a guerra era certa, buscou auxílio em Deus através das suas orações e do profeta Isaías;

· Colocou o seu problema diante de Deus;

Recebendo, pois, Ezequias as cartas das mãos dos mensageiros e lendo-as, subiu à casa do SENHOR; e Ezequias as estendeu perante o SENHOR.
E orou Ezequias perante o SENHOR e disse: O SENHOR Deus de Israel, que habitas entre os querubins, tu mesmo, só tu és Deus de todos os reinos da terra; tu fizeste os céus e a terra.
Inclina, SENHOR, o teu ouvido, e ouve; abre, SENHOR, os teus olhos, e olha; e ouve as palavras de Senaqueribe, que enviou a este, para afrontar o Deus vivo.
Verdade é, ó SENHOR, que os reis da Assíria assolaram as nações e as suas terras.
E lançaram os seus deuses no fogo; porquanto não eram deuses, mas obra de mãos de homens, madeira e pedra; por isso os destruíram.
Agora, pois, ó SENHOR nosso Deus, te suplico, livra-nos da sua mão; e assim saberão todos os reinos da terra que só tu és o SENHOR Deus.
2 Reis 19:14-19

· Deus tomou para si a afronta e Ele mesmo se encarregou da vitória.

Sucedeu, pois, que naquela mesma noite saiu o anjo do SENHOR, e feriu no arraial dos assírios a cento e oitenta e cinco mil deles; e, levantando-se pela manhã cedo, eis que todos eram cadáveres.
2 Reis 19:35

 

Se hoje não temos inimigos nos cercando com flechas e espadas, por outro lado, temos o mundo com suas afrontas à nossa fé e com suas tentações buscando nos tirar do propósito de Deus. Podemos seguir o exemplo de Ezequias, que fez tudo o que estava ao seu alcance para proteger seu reino, e confiou a Deus o que ele não poderia fazer.